Seguidores

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Gentilezas...


A idéia desse post surgiu no ônibus quando estava a caminho do meu curso.
Ônibus cheio, eu também estava de pé e em determinado ponto do percurso entrou uma mulher com um recém nascido no colo e não teve nenhum ser humano capaz de ceder lugar a ela. Fiquei ali me perguntando: "Caramba!! Eu sou mesmo dessa geração??" Está tudo deturpado e infelizmente ser gentil se tornou brega, fora de moda. Ou será que as pessoas estão perdendo a sensibilidade? Será que é a correria do dia a dia? Sei lá, mas para mim respeito faz bem e todo mundo gosta. Ou será que estou errada. Creio plenamente que não.
Cada um tem a sua definição do que seja ser “gentil”.
Mas na minha opinião certas características são bastante inerentes á pessoas gentis e vou tentar expô-las aqui.
Podemos começar pela simples tarefa de ceder lugar aos mais idosos e as mulheres com criança de colo. ( No minímo... rs)
Um cumprimento também não faz mal a ninguém e acreditem: a boca não adormece ao cumprimentar seu vizinho, seu colega de trabalho, o varredor de rua, o entegador de jornais, o guarda do banco, o balconista da padaria...
"Com licença", "por favor", "muito obrigada" também fazem parte do vocabulário. Uma pessoa gentil sempre usa essas palavras. E mais: pessoas gentis sabem como fazer essas palavras soarem mais do que simples convenção.
Sorrir é outra característica comum das pessoas gentis. De que adianta dizer “com licença”, se a tua expressão está dizendo: “se você não sair da minha frente agora eu passo por cima”? Sorria, simplesmente porque é bom sorrir. Sorria porque é bom ver outras pessoas sorrindo para você. Ou sorria por simples gentileza - uma hora o sorriso que era apenas um ato gentil, acaba se tornando uma expressão de alegria.
Pessoas gentis não aceitam maus-tratos. Ser gentil não é “engolir sapos” nem “levar desaforo para casa”. Ser gentil é saber que “gentileza gera gentileza” assim como “aspereza gera aspereza”. Se alguém foi áspero contigo, seja gentil com ele, e quebre uma cadeia de agressividade. Ser gentil é saber colocar-se no lugar do outro para encontrar a melhor forma de responder a uma indelicadeza, sem ser indelicado, mas deixando claro que não gosta de ser tratado de tal forma.
Ser gentil é saber expor sentimentos.
Ser gentil é saber elogiar. É descobrir que elogios existem para serem usados. É reparar nas qualidades das pessoas que estão ao nosso redor. É dizer para elas que estamos prestando atenção nos seus pequenos atos, e que as coisas positivas que elas fazem são muito importantes para nós. Assim como devemos dar apoio para que os erros possam ser corrigidos, devemos dar valor para as coisas positivas. Não elogie por elogiar: seja sincero e olhe sempre nos olhos da pessoa.
Ser gentil é mais do que uma característica: é uma atitude perante a vida.
Acredito que todos queremos um "mundo melhor" e quem quer um mundo melhor deve estar consciente de que este mundo é feito por pessoas também "melhores". Tornar-se uma dessas pessoas é uma boa forma de iniciar o processo de mudança que tanto almejamos.
Bjssssss com carinho...




Um comentário:

  1. Esta carícia de fresca brisa
    Transporta a beleza de Oriente
    Uma voz doce cede ao silêncio
    Esta aurora acorda finalmente

    A sombra perdeu-se na luz
    Escuto o pranto e o riso na bruma
    Palavras fugindo ao sentido
    Lembranças perdidas na espuma


    Boa semana


    Mágico beijo

    ResponderExcluir

Agradeço o carinho de sua visita!
Fique a vontade para deixar o seu comentário, dica ou sugestão.
Assim que possível, o seu comentário será respondido aqui.
Volte sempre!
Beijos com afeto.

Sou todas as renúncias que a vida me impôs...e todos os sacrifícios que o amor me implorou...

Sou todas as renúncias que a vida me impôs...e todos os sacrifícios que o amor me implorou...

Pequenos momentos mudam grandes rotas.

Pequenos momentos mudam grandes rotas.