Seguidores

sábado, 13 de dezembro de 2008

Blogagem coletiva - "Coisas do meu Brasil"



- Um pouco sobre o Estado Do Espírito Santo -

A história capixaba começou em 23 de maio de 1535, quando os colonizadores portugueses, chefiados pelo donatário Vasco Fernandes Coutinho, desembarcaram na Capitania do Espírito Santo. Nesse mesmo ano, foi fundada a povoação de Vila Velha, primeiro núcleo populacional da capitania. Na tarefa de catequese dos índios da região, destacou-se a figura de José de Anchieta, que lá morreu em 1597.

O plantio do café foi ainda a principal atividade dos imigrantes europeus, especialmente alemães e italianos, que introduziram o regime da pequena propriedade na região serrana. A ocupação do extremo norte ocorreu no início do século XX, graças às primeiras plantações de cacau, estabelecidas por fazendeiros baianos. Mas foi apenas em 1963 que o Espírito Santo adquiriu sua atual configuração geográfica, com a solução da antiga disputa entre o estado e Minas Gerais, relativa à posse da região da Serra dos Aimorés. Pelo acordo, a região foi dividida entre os dois estados.

O turismo no Espírito Santo vem se organizando em destinos turísticos, nos quais o visitante pode desfrutar das delícias do litoral, do turismo religioso, náutico, ecoturismo e do agroturismo. Os destinos foram divididos em sete rotas, três delas com acesso por Vitória, onde fica localizado o principal aeroporto do Estado.


Vitória é conhecida como Ilha do Mel e possui um arquipélago composto por 34 ilhas e por uma porção continental. Outra especificidade da capital capixaba são seus 891,8 hectares de manguezais.


Também é o Espírito Santo a prática de esportes radicais, com o raffting, rapel e vôo livre e festas como o Festival de Música de Alegre, o Festival de Inverno de Domingos Martins o Festival Internacional do Vinho. Festas religiosas como a Festa da Penha e os Passos de Anchieta se contrapõem a festas profanas como o Vital (carnaval fora de época, com trios elétricos) e o forró de Itaúnas, que atraem uma não menor legião.


Conhecer o Espírito Santo é viajar pela história de seu povo, conhecendo os casarios do patrimônio histórico cultural, principalmente de Muqui (sul do Estado), São Mateus (norte do Estado), Santa Leopoldina (região Centro-Serrana), o Convento da Penha (Vila Velha) e as construções do Centro de Vitória. Mas, também, é desenvolvimento.


Banho de mar, trilhas ecológicas, centros de estudos e pesquisas, como o Projeto Tamar e a Reserva Florestal da Vale do Rio Doce, moqueca feita na panela de barro - herança indígena na qual é feita de modo artesanal pelas paneleiras de Goiabeiras - ajudam a compor o mosaico que é o Estado. A torta capixaba (feita de mariscos, peixe e palmito) é prato principal da culinária capixaba na Semana Santa.


O atual momento econômico, somado à qualidade de vida que oferece, transformou o Espírito Santo numa alternativa para o turismo de negócios. Nos últimos anos, o crescimento industrial do Estado está acima da média nacional, o que chamou a atenção de empreendedores para o seu potencial, principalmente na área de petróleo e gás.


O Espírito Santo possui localização estratégica com uma área de 46.184 km² e 78 municípios, está na região Sudeste, próximo das principais metrópoles do País. Isso o torna atração para turistas de lazer, negócios e eventos provenientes de São Paulo, Bahia e Minas Gerais.


Para receber o turista, conta com excelente infra-estrutura, com capacidade de hospedagem de 11,4 mil pessoas na região metropolitana, com excelentes hotéis e rede de restaurantes. O Estado é o sexto no País em turismo de eventos e negócios e esse setor aumenta a cada ano, tendo em vista o desenvolvimento crescente do Espírito Santo e por ser lugar que oferece preços competitivos para a realização de eventos. Para isso, conta com espaços realização de eventos de pequeno, médio e grande porte no Centro de Convenções e no Parque de Exposições de Carapina.


- As rotas turísticas do E.S. -

Esta postagem faz parte da Blogagem Coletiva
Coisas do Brasil 2
do Blog Leio o Mundo Assim da Andréa Motta

5 comentários:

  1. tem selinho pra vc.

    bjos

    ResponderExcluir
  2. Adorei o visual Natalino.
    Feliz Natal pra você.
    Bom finde! :-)

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso este post, não só pela idéia como também pelo conteúdo.
    Beijinhos carinhosos do João

    ResponderExcluir
  4. Oi, Patrícia! Muito obrigada por participar da coletiva e nos contar o que Vitória tem de encantador!

    ResponderExcluir
  5. Olá, eu tb estou na coletiva e passo com com um pouco de atraso para conferir seu post mas, cheguei! Eu não conheço Vitória ainda mas tenho muita vontade de conhecer. Seu post ficou completo, parabéns.

    abraço

    ResponderExcluir

Agradeço o carinho de sua visita!
Fique a vontade para deixar o seu comentário, dica ou sugestão.
Assim que possível, o seu comentário será respondido aqui.
Volte sempre!
Beijos com afeto.

Sou todas as renúncias que a vida me impôs...e todos os sacrifícios que o amor me implorou...

Sou todas as renúncias que a vida me impôs...e todos os sacrifícios que o amor me implorou...

Pequenos momentos mudam grandes rotas.

Pequenos momentos mudam grandes rotas.