Seguidores

domingo, 25 de janeiro de 2009

Tudo que eu devia saber aprendi no jardim de infância...


Tudo o que eu preciso saber sobre a vida, o que
fazer e como ser, eu aprendi no Jardim de Infância.
A sabedoria não estava no topo da montanha de
conhecimento que é a faculdade, mas sim, no
alto do monte de areia do Jardim de Infância.

Essas são algumas coisas que eu aprendi:
Dividir tudo. Ser justo. Não machucar ninguém.
Colocar as coisas de volta no lugar de onde
foram tiradas. Arrumar a própria bagunça.
Nunca pegar o que não é seu. Pedir desculpas
sempre que magoar alguém. Lavar as mãos antes
das refeições. Dar descarga. Leite com bolachas
fazem bem para a nossa saúde.

Viver uma vida balanceada: aprender um pouco, desenhar
um pouco, pintar um pouco, cantar um pouco, dançar um
pouco, brincar um pouco e trabalhar um pouco todos
os dias. Tirar uma soneca todas as tardes. Quando
sair na rua olhar: os carros, dar as mãos e ficar junto.

Lembra daquela sementinha de feijão no potinho de
Danone? As raízes crescem para cima e ninguém
sabe com certeza como ou por que, mas todos nós
somos exatamente como ela.

Peixinhos, passarinhos, gatinhos e cachorrinhos
e até mesmo a sementinha de feijão no potinho de
Danone - todos morrem - assim como nós.
E então lembre dos livros de Chapéuzinho Vermelho
e das primeiras palavras que você aprendeu.
As maiores de todas: Mamãe e Papai.

Tudo o que você precisa saber está lá em algum
lugar. Regras sobre a vida, o amor, saneamento
básico, ecologia, política, igualdade e fraternidade.
Pegue qualquer um desses termos e extrapole para
sofisticadas palavras da linguagem adulta e então aplique
em sua vida familiar, trabalho, governo ou mundo, e tudo
continua firme e verdadeiro.

Pense como o mundo seria melhor se todos nós -
o mundo inteiro tomássemos leite com bolachas
as três horas da tarde, todas as tardes e depois,
deitássemos com nossos travesseiros no sofá da
sala para uma soneca. Ou então, se todos os governos
tivessem como política básica sempre colocar as coisas
de volta no lugar de onde foram tiradas e também sempre
arrumar suas próprias bagunças.

E continua verdade, não importa sua idade, quando sair
para o mundo dê as mãos e fique junto.

Autor: Robert Fulghum

13 comentários:

  1. Para refletir:
    Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
    Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
    E ter paciência para que a vida faça o resto...
    Não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo
    de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso.
    (William Shakespeare)

    Faça dessa nova semana um novo início rumo à
    felicidade.
    abraços

    ResponderExcluir
  2. Patty, que lindo *-*
    Olha, se você gostar de Memes deixei um pra ti no meu blog! Muio interessante aqui! ameei!
    :*

    ResponderExcluir
  3. Chega o vento assobiando
    fazendo riscos imaginários
    como ondas no céu soprando sobre folhas ,
    flores, vidas chega a brisa manhã
    canta suaves carinhos
    envolve numa doce,
    fresca brincadeira
    lembranças num rastro
    manso luz vento , brisa,
    vida tocam rios janelas
    todas as casas calçadas
    soprando sorrisos
    lembrando todos os caminhos
    colorindo como se fosse carrossel
    verdadeiros roda moinhos
    deixando correr a vida
    como fosse melodia...
    (Maria Thereza Neves)

    Tenha uma linda semana
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Quando sai de casa minha me disse tenha cuidado com o mundo lá fora. Dito e feito, mas ñ dei o braço a torçer. Hoje há sonhos, ilusões e romances. E vou tocando minha vida. Sempre em frente. Aprendo todo dia nesse grande jardim de Infância que é a vida. Bjos com ternura. Adoro o q escreves, viu.

    ResponderExcluir
  5. EU TBM, APRENDI MUITA COISA...FOI MINHA BASE!!
    ME ESPELHO ATÉ HJ AINDA EM TIAS DOS JARDINS^^

    BOA SEMANA
    BEEIJO

    ResponderExcluir
  6. Bom dia minha super querida, que fofa vc.... adorei e fiquei lisonjeada com o carinho.

    Adorei a minha infânia, a escolinha, as tias, essa fase é tão importante né....

    Bjinhos de sua Madrasta e agora Dindinha rsrsrs!


    Tenha uma excelente semana!

    ResponderExcluir
  7. poxa minha filha não aprendeu isso na escola...to sempre arrumando a bagunça dela :P

    Tbm aprendi muita coisa importante enquanto criança e sigo até hoje....pena que algumas pessoas esqueceram que não nasceram aos 30!!
    um beijo!!!

    ResponderExcluir
  8. Minha lindinha, Este txto me trouxe sabor de bala de tuti-fruti...rs
    Amei!!
    Bela recordação e realmente...o mundo seria bem melhor se adotassemos medidas simples aprendidas em jardim de infância!!
    Lambidas da lobba!

    ResponderExcluir
  9. Querida Princesinha Patty,

    É com carinho e admiração que visito teu belíssimo blog Amiga.
    Aqui é tudo fantástico! Teus textos são riquíssimos de sabedoria e entendimento.
    Ler você em palavras é sentir a essência da natureza deste maravilhoso planeta terra.
    Adoro ler você!
    Este texto agora que li...Princesinha é uma verdadeira riqueza espiritual.
    Palavras realmente maravilhosas...Não somente as palavras, mas também tua preciosa inspiração e meiguice.
    Tu és uma escritora encantadora... Que certamente és preenchida com o dom de Deus.
    Continue assim com estes belos pensamentos...Certamente há de se apresentar na tua vida somente fatos maravilhosos.
    Deus te abençoe infinitamente.
    Beijos repletos de poesias pra ti Princesinha.
    Carinhosamente,

    CelyLua, Amiga e fã deste maravilhoso blog.

    ResponderExcluir
  10. Sim, tudo o que precisamos fazer para viver, aprendemos no jardim de infância. Lá é que surgiram os lobos maus e as fadas madrinhas que nos perseguem pelo resto da vida, e lá que voltamos quando sonhamos, de noite, em paz.
    Tudo o que somos, é reflexo dos babiscos que deixaram nas folhas em branco que eram nossos corações e mentes nos nossos aninhos mais frescos.
    Voltar não dá, mas dá para por em prática uma vida pautada naquilo, ou pelo menos tentar. Ah... se pelo menos dar as mãos continuasse sendo fácil.
    Gostei e vou te seguir.
    Um abraço daqueles da infância...uco

    ResponderExcluir
  11. de fato, esse texto está coerente com a realidade. simplificando o que foi escrito: é na infância que formulamos aquilo que nos tornaremos mais adiante. adorei o seu blog, add ao meu.
    grande abraço.

    ResponderExcluir
  12. Patty minha linda,
    passando pra dizer que tem selinho ok?
    Quando tiver um tempinho passa lá pra pegar...bjs.

    ResponderExcluir
  13. Texto lindíssimo,Patty!

    Tenha um dia maravilhoso!

    Beijins de luz!

    ResponderExcluir

Agradeço o carinho de sua visita!
Fique a vontade para deixar o seu comentário, dica ou sugestão.
Assim que possível, o seu comentário será respondido aqui.
Volte sempre!
Beijos com afeto.

Sou todas as renúncias que a vida me impôs...e todos os sacrifícios que o amor me implorou...

Sou todas as renúncias que a vida me impôs...e todos os sacrifícios que o amor me implorou...

Pequenos momentos mudam grandes rotas.

Pequenos momentos mudam grandes rotas.